• Carregando...
Bolsonaro
O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL)| Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Nesta sexta-feira (15), o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi às redes sociais para comentar o episódio envolvendo a fala do ministro da Justiça, Flávio Dino, dirigida ao novo ministro do Esporte, o deputado federal André Fufuca (PP-MA). Após dar um abraço no deputado e cumprimentá-lo pelo novo cargo, Dino diz: “Dinheiro não tenho, mas agora a Polícia eu tenho”.

“Um ministro da justiça dizendo para o outro: 'Dinheiro não tenho, mas aquela Polícia eu tenho'. É isso que chamam de democracia? É isso que chamam de independência? Que porcaria é essa?”, escreveu Bolsonaro na rede social X.

Esta não é a primeira vez que o ministro da Justiça sugere interferência na Polícia Federal (PF).

Ao discursar ao lado do presidente Lula (PT) durante a cerimônia de encerramento dos cursos de formação profissional da PF, no último dia 5, Flávio Dino condenou a atuação da corporação em governos passados e disse que agora a PF está a serviço da “causa” do petista e do Brasil.

“Essa Polícia Federal, hoje, toda ela, está a serviço de uma única causa, que é a sua causa, a causa do Brasil. Nós abolimos tentações satânicas de espetacularizações, de abusos, de forças-tarefas ilegais. Tudo isso ficou no passado. Hoje, nós temos uma polícia dedicada a servir a população”, disse o ministro na ocasião.

A Polícia Federal (PF) é uma instituição subordinada ao Ministério da Justiça, porém é um órgão de Estado, não de um governo em específico. O atual diretor da PF, nomeado pelo presidente Lula (PT), é ex-chefe de segurança do petista.

0COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]