• Carregando...
O Paraná registrou em 2020 a maior participação no PIB nacional das duas últimas décadas, ultrapassando o Rio Grande do Sul.
O Paraná registrou em 2020 a maior participação no PIB nacional das duas últimas décadas, ultrapassando o Rio Grande do Sul.| Foto: Michel Willian/Arquivo/bwin

Com Produto Interno Bruto (PIB) chegando a quase R$ 500 bilhões em 2020, o Paraná se tornou a quarta maior economia do Brasil, ultrapassando o Rio Grande do Sul. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e mostraram o forte impacto da agropecuária na economia paranaense, principalmente durante a pandemia de Covid-19.

Receba as principais notícias do Paraná pelo WhatsApp

De acordo com o governo estadual, esse foi o setor que apresentou os melhores resultados no período, com Valor Adicionado Bruto (VAB) — variável que difere do PIB pela não imputação dos impostos — crescendo 20,4% no ano. Com isso, o estado obteve sua maior participação no PIB nacional em duas décadas: 6,412%. O recorde anterior tinha sido em 2016 (6,409%).

No ranking de 2020, o Paraná foi superado por São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, unidades da Federação com dimensões populacionais bem maiores. Já o Rio Grande do Sul ocupou a 5ª posição na economia do país, seguido por Santa Catarina e Bahia.

Segundo o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), o resultado demonstra a resiliência paranaense diante dos limites impostos ao longo de 2020. "O mercado de trabalho e a diversidade econômica do Paraná foram fundamentais nesse resultado, mostrando poder de transformação”, afirmou Marcelo Curado, diretor-presidente do órgão. Afinal, “o estado cresceu em participação nacional", completou.

Ainda de acordo com os dados do IBGE, o PIB do Paraná recuou apenas 2% durante a pandemia, frente à retração de 3,3% apresentada pela economia brasileira. No mesmo período, o estado do Rio Grande do Sul teve queda de 7,2% — a variação mais baixa do Brasil.

Outros resultados relevantes da economia paranaense em 2020

Apesar das perdas no PIB nas áreas do comércio e indústria em 2020, esses dois setores também tiveram motivos para comemorar. No primeiro, a receita bruta de revenda de mercadorias foi a maior entre os estados da Região Sul e terceiro no ranking nacional, de acordo com dados da Pesquisa Anual de Comércio.

Além disso, informações da Pesquisa Industrial Anual mostraram que o Paraná respondeu por 9,2% do emprego da indústria de transformação do país, com 641.269 pessoas ocupadas no setor.

Expectativa de continuidade na tendência de crescimento

Agora, a expectativa é que o Paraná continue crescendo. De acordo com a última pesquisa do Ipardes, por exemplo, o PIB do estado aumentou 2,94% no segundo trimestre de 2022 em relação ao trimestre anterior, mostrando estar acima do índice pré-pandemia com uma recuperação de 2,32% na economia.

Já no mercado de trabalho, o Paraná tem 2,9 milhões de empregos formais, valor recorde da série histórica do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Em janeiro de 2020, quando a nova metodologia passou a ser utilizada, o saldo era de 2,6 milhões.

0COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]