Modernização da Saint Claire Bakery & Café, em Curitiba, foi concluída em 2019.
Modernização da Saint Claire Bakery & Café, em Curitiba, foi concluída em 2019.| Foto: Divulgação

Sócio de uma das mais conceituadas padarias de Curitiba, no Paraná, o empresário Heitor Côrtes queria ampliar o empreendimento e precisava de recursos para isso. O objetivo era fazer uma grande reforma na Saint Claire Bakery & Café, localizada em uma das ruas mais charmosas do bairro Bigorrilho, a Alameda Princeza Izabel. O modelo de cooperativismo de crédito oferecido pelaSicredi, com taxas mais atrativas que a média do mercado, e o atendimento diferenciado, foram essenciais para convencê-lo.

O empresário recorda que, na época, estava “num momento crucial” de definição para fazer uma grande reforma na loja e as negociações com bancos convencionais estavam bem adiantadas. No entanto, depois de ser abordado por gerentes da agência do Sicredi Champagnat e ser seduzido pelo atendimento e, principalmente, pelas taxas bastante atrativas, optou por transferir todas as suas operações financeiras para a cooperativa de crédito. “Eu pensei como empresário. Nunca tinha visto tamanha eficiência numa instituição financeira. Em uma semana o dinheiro estava disponível na minha conta empresarial, com uma taxa muito melhor do que em outros bancos. Assim nasceu essa parceria”, relata.

Sicredi apoia empresas de todos os portes e dos mais diversos segmentos em todos os 26 estados brasileiros e no Distrito Federal.
Sicredi apoia empresas de todos os portes e dos mais diversos segmentos em todos os 26 estados brasileiros e no Distrito Federal.

Côrtes fala com a autoridade de quem conhece o sistema financeiro profundamente, com passagens pela auditoria de grandes grupos empresariais e das Bolsas de Valores de São Paulo e do Banco de Nova York. “Conheço muito bem o sistema financeiro e, por isso mesmo, sei que o modelo de sistema de cooperativismo de crédito é o mais justo de negociar”, comenta.

Associado da Sicredi Campos Gerais PR/SP, o empresário aposta no cooperativismo por acreditar que as pessoas estarão mais solidárias no futuro. “Esse é um modelo que se fundamenta na cooperação e colaboração entre as pessoas com interesse comum. Essa é a essência da filosofia cooperativa”, pontua.