bwin - A natureza é uma rica forma de aprender
| Foto: Divulgação
  • Por Colégio Positivo
  • 31/03/2020 13:23

"À medida que ficamos mais próximos da natureza, descobrimos que o tema de nosso estudo não é realmente a natureza, mas sim a vidae a natureza que está em nós”. A frase é do educador Joseph Cornell, que reforça que a natureza é de fundamental importância na educaçãodascrianças.

Anteriormente, a Educação Infantil tinha como um dos seus norteadores o eixo de aprendizagem Natureza e Sociedade. “O que temos agora em nossas bases é o reforço de que a criança só aprende quando vive e vê sentido, e só vive e vê sentido quando se encanta”. Quem explica é a professora Maria Cristina Metzger Branco, da Educação Infantil.

Exploração dos sentidos

No Colégio Positivo, os alunos da Educação Infantil são motivados a terem contato frequente com a natureza: andam descalço, brincam na terra, observam os pássaros. A professora reforça que no contato com a natureza, a criança pode ser ela mesma. “Assim, teremos um ser humano por inteiro em nossas mãos, capaz de absorver, se admirar e se encantar com a beleza, as cores, a diversidade e os ensinamentos que a natureza proporciona”.

Brincar é tão importante quanto estudar

Ela completa que dentro da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) existe o campo de experiência denominado Espaço, tempo, quantidade, relações e transformações que dá ênfase às experiências. “Ele propõe que a sala de aula não esteja somente em quatro paredes, mas na vida. E que as aprendizagens significativas vão se dar no cotidiano da criança”, diz. “Eles precisam tocar, sentir, cheirar, apertar, ouvir, para saber como aquilo reage ou funciona. É a forma como eles conhecem e vivem o mundo, utilizando os sentidos”, completa.

As unidades do Colégio Positivo têm espaços de contato com a natureza. A unidade do Ambiental possui um bosque inspirado nos pontos turísticos de Curitiba. A unidade Júnior tem um grande gramado e em fase de estruturação,  uma horta comunitária na Educação Infantil. Na unidade de Foz do Iguaçú, o Colégio Semeador tem uma área verde de 161 mil metros quadrados.

Na prática

Além disso, são trabalhados projetospara aproveitar todo esse verde. Uma das brincadeiras semanais é intitulada Um Brinquedo Chamado Natureza, no qual se permite que a criança explore um ambiente ou um elemento natural livremente.

Outra forma de interação é durante as estações pedagógicas. Propostas desenvolvidas com as crianças em pequenos grupos, tendo a mediação da professora para explorarem elementos como água, areia, terra ou plantas. “No ano passado, durante as estações pedagógicas,  desenvolvi uma hortacom temperos, chás e algumas folhas que as crianças ajudaram a cultivar. Ao final, algumas delas levaram para casa folhas de hortelã, para o preparo do chá e as folhas da alface utilizamos nas aulas de culinária”, conta a professora.

A “mascote da minha turma do ano passado” foi outra proposta de experimento com a natureza. No caso da professora Maria Cristina, foi um pé de manjericão que as crianças cultivaram e levaram para casa para prepararem alguma receita. Ao final do projeto os pais receberam um e-book com as receitas de todas as famílias para acervo e preparo das receitas dos amigos.

Outra ação desenvolvida envolvendo a natureza foi um projeto intergeracionalentre a turma do Infantil 1 e do Infantil 4. Eles trocaram cartas durante algum tempo, realizaram brincadeiras coletivas e ao final da proposta plantaram juntas um pé de pêssego,árvore símbolo da amizade e que hoje está no pátio da escola. Esse projeto foi, inclusive, apresentado no congresso da Editora Positivo.

Cuidados para uma infância plena
5 coisas que a criança aprende na Educação Infantil
Adaptação das crianças à Educação Infantil
Brincadeiras para a primeira infância
Entenda a importância da Arte para o desenvolvimento da criança e do adolescente